31 de março de 2012

Super Vovó

Há quem diga que a ginástica artística é um esporte para jovens. Não é o caso de Johanna Quaas, uma alemã de nada menos que 86 anos de idade. Durante uma apresentação em etapa da Copa do Mundo de ginástica, na Alemanha, esta senhora mostrou uma vitalidade de fazer inveja a muito jovem por aí.
Esta ex-jogadora de handebol da Alemanha Oriental fez uma rotina nas barras paralelas, uma prova que nos Jogos Olímpicos é exclusividade para homens. A supervovó ainda encerra a série com uma parada de braço que impressiona.

Terceira idade ??? que nada   

29 de março de 2012

Arianos famosos

Eu.............

25 de março de 2012

Aniversariante do Dia - 65 anos

                                                                  Parabéns Elton John - 

22 de março de 2012

33 anos de casamento , merece uma tatuagem

Em setembro completarei 33 anos de casada, para comemorar quero fazer uma tatuagem , ou melhor 2 , uma em mim e outra no marido, de forma que elas se completem.
Estou aceitando sugestões. Pensei em algo do tipo :

16 de março de 2012

O tratamento de pele ideal para cada idade


Hormônios: mensageiros químicos que regulam desenvolvimento, funções reprodutivas, tecidos. Saber conviver com as mudanças que essas geringonças provocam no complexo mecanismo biológico é a chave da qualidade de vida e também da beleza. Afinal, são eles os responsáveis, por exemplo, por causar manchas, rugas e flacidez no corpo. Mas para dribrá-los, basta lançar mão de alguns tratamentos adequados. E é importante saber que cada faixa etária possui os seus. Confira agora os mais indicados a você e conquiste uma pele linda!

Aos 30 anos...

Cada vez mais popular, a toxina botulínica suaviza expressões e até previne futuras rugas. Mas há muitas outras opções de tratamento para as balzaquianas. A luz intensa pulsada, menos agressiva do que laser, é um aparelho que diminui manchas de sol e vasos ao redor do nariz e das bochechas. Dermatologistas também indicam vitamina C e ácido retinoico para suavizar rugas e manchas.

Aos 40 anos...

Nessa faixa etária, os dermatologistas começam a indicar preenchimento com ácido hialurônico para áreas com rugas. Ele pode ser aplicado nas olheiras, no "bigode chinês" e nos lábios. O Botox começa a ser usado para elevar as sobrancelhas e amenizar a flacidez do rosto. Há também os tratamentos com aparelhos: o laser fracionado estimula a produção de colágeno; a radiofrequência facial ameniza a flacidez e as rugas ao redor dos olhos. E uma das cirurgias plásticas mais comuns: a blefaroplastia, que elimina bolsas nas pálpebras.

Aos 50 anos...

As plásticas estão aí, cada vez mais avançadas, para reverter o relaxamento dos ligamentos entre a pele e os ossos. Em seus primórdios, elas basicamente puxavam a pele. Hoje, usam a técnica Sistema Músculo Aponeurótico Superficial (S.M.A.S.) para "levantar" o músculo. O resultado é mais natural. Longe dos bisturis, há ótimos tratamentos: peelings, ácido retinoico, lasers, preenchimento. E bons cremes, como o Neovadiol GF, da Vichy, específico para combater a perda de densidade da pele que acontece na menopausa.

Aos 60 anos...

Há um monte de novos creminhos para essa faixa de idade. São opções como o kit Renew Platinum 60+, da Avon, que estimula a produção de Paxilina, proteína que ajuda a diminuir marcas profundas. Ou a nova formulação do Subestiane [+], da La Roche-Posay, específica para mulheres que perderam o contorno facial. Entre as plásticas, a pexia mamária (cirurgia que elimina o excesso de pele) com inclusão de prótese é uma das mais procuradas, porque é nessa idade que há uma substituição natural do tecido mamário por gordura.

Aos 70 anos...

Para as mãos marcadas, há bons tratamentos a laser que eliminam manchas de sol. Em mulheres que nunca fizeram procedimentos estéticos, Botox e preenchimento costumam fazer menos efeito. De qualquer forma, cirurgias plásticas no rosto e a dermolipectomia, que elimina pele e gordura do abdômen, são as mais procuradas.

*Fontes: Eveline Sebba, dermatologista da Onodera Estética; Luciana Conrado, dermatologista; Pedro Vital, cirurgião plástico do Hospital Albert Einstein; Ligia Kogos, dermatologista
 http://mdemulher.abril.com.br/beleza/reportagem/pele/tratamento-pele-ideal-cada-idade-679725.shtml

11 de março de 2012

Os sapatos de cada signo

O sapato dos signos!

Áries: a ariana é  de personalidade forte com um toque de rebeldia. Você gosta de estar atenta à moda, mas não faz questão de segui-la ao pé da letra. Não dispensa pares confortáveis e, por ser um pouquinho atrevida, gosta de um salto alto de vez em quando! O sapato do seu signo é o estilo Anabela!
Anabela
Touro: você é discreta e elegante, que sabe ser sensual sem abusar demais. As taurinas têm uma quedinha por grifes e sapatos mais clássicos. E adoram ser notadas onde chegam! O sapato do seu signo é o estilo Scarpin!
Scarpin
Gêmeos: não é uma tarefa fácil definir o estilo das geminianas. Elas são dinâmicas e adoram as novidades da moda. Mas são garotas descoladas, que vivem em movimento. Portanto, são contra sapatos muito apertados e excesso de detalhes. Adoram estampas e cores alegres. O sapato do seu signo é o estilo Oxford!
Oxford
Virgem: A virginiana é perfeccionista e equilibrada. Na hora de se produzir, gosta de demonstrar seu bom gosto e usar sapatos com detalhes que façam diferença. Sempre elegantes, não dispensam um salto alto! O sapato do seu signo é o estilo Peep Toe!
Peep Toe
Sagitário: sinceras e extrovertidas, as sagitarianas não vão na onda do que está na moda. Pra você, é fundamental sentir-se bem com o look, o que quer dizer que não compra um sapato só porque todo mundo está usando. Alegre, gosta de cores quentes e vivas. O sapato do seu signo é o estilo Rasteirinha!
Rasteira
Peixes: a pisciana é supervaidosa e vive atenta ao visual. Você tem imaginação fértil e uma grande paixão pelas artes, o que a inspira a buscar looks arrojados e modernos. Ao mesmo tempo, por ser muito sensível e instável, muda de estilo com facilidade. Gosta de um sapato conforme seu humor. O sapato do seu signo é o estilo Sapatilha!
Sapatilha
Aquário: originais e criativas, as aquarianas adoram inovar. Não gostam de rotina nem de parecer ou imitar alguém. Ou seja, não seguem moda, pois detestam ser iguais a todo mundo. Em seu armário, não podem faltar sapatos personalizados e customizados, além de acessórios coloridos e diferentes. O sapato do seu signo é o estilo Chinelo!
Chinelos
Escorpião: você é  poderosa e não precisa se esforçar muito . Na hora de se produzir, gosta de destacar seu lado sensual ora com sapatos provocantes, ora com os mais comportados. Escolha o que quiser, é difícil para você não arrasar por onde passa! O sapato do seu signo é o estilo Sandália!
Sandália
Leão: você é muito charmosa que adora ser o centro das atenções. Por isso, dificilmente passa despercebida. Criativa e atraente, quando o assunto é visu, você faz questão de se destacar. Ousadia combina com você. O sapato do seu signo é o estilo Botas!
Botas
Câncer:  doce e sensível como você, nostalgia é a palavra-chave até na hora de se vestir. Por isso, as cancerianas são fãs do estilo retrô, supertendência atualmente. Para chamar sua atenção, o sapato precisa mostrar uma história, mesmo que o modelo seja novinho em folha. O sapato do seu signo é o estilo Mary Jane!
Mary Jane
Libra: a libriana é sensível, inteligente e charmosa. Feminina ao extremo, você adora fazer compras e estar por dentro dos lançamentos fashion. Acredita que uma imagem vale mais que mil palavras, portanto, não mede esforços na hora de se vestir, já que procura impressionar sempre.  O sapato do seu signo é o estilo Chanel!
Chanel
Capricórnio: você detesta perder tempo e acredita que tudo o que não é útil é sinônimo de atraso. Por ser uma garota tão prática, não coloca a moda como prioridade em sua vida. Foge de sapatos extravagantes e, como não gosta de chamar a atenção, prefere os básicos. O sapato do seu signo é o estilo Tênis!

6 de março de 2012

Os sexalescentes



Se estivermos atentos, podemos notar que está surgindo uma nova faixa social, a das pessoas que estão em torno dos sessenta/setenta anos de idade, ossexalescentes- é a geração que rejeita a palavra "sexagenário", porque simplesmente não está nos seus planos deixar-se envelhecer.

Trata-se de uma verdadeira novidade demográfica - parecida com a que, em meados do século XX, se deu com a consciência da idade da adolescência, que deu identidade a uma massa jovens oprimidos em corpos desenvolvidos, que até então não sabiam onde meter-se nem como vestir-se.

Este novo grupo humano, que hoje ronda os sessenta/setenta, teve uma vida razoavelmente satisfatória.

São homens e mulheres independentes, que trabalham há muitos anos e queconseguiram mudar o significado tétrico que tantos autores deram, durante décadas, ao conceito de trabalho. Que procuraram e encontraram há muito a atividade de que mais gostavam e que com ela ganharam a vida.
Talvez seja por isso que se sentem realizados... 

Alguns nem sonham em aposentar-se. 
E os que já se aposentaram gozam plenamente cada dia sem medo do ócio ou  solidão. Desfrutam a situação, porque depois de anos de trabalho, criação dos filhos, preocupações, fracassos e sucessos, sabe bem olhar para o mar sem pensar em mais nada, ou seguir o voo de um pássaro da janela de um 5.º andar....
Neste universo de pessoas saudáveis, curiosas e ativas, a mulher tem um papel destacado. Traz décadas de experiência de fazer a sua vontade, quando as suas mães só podiam obedecer, e de ocupar lugares na sociedade que as suas mães nem tinham sonhado ocupar.
Esta mulher sexalescente sobreviveu à bebedeira de poder que lhe deu o feminismo dos anos 60. Naqueles momentos da sua juventude em que eram tantas as mudanças, parou e refletiu sobre o que na realidade queria.

Algumas optaram por viver sozinhas, outras fizeram carreiras que sempre tinham sido exclusivamente para homens, outras escolheram ter filhos, outras não, foram jornalistas, atletas, juízas, médicas, diplomatas... Mas cada umafez o que quis : reconheçamos que não foi fácil, e no entanto continuam a fazê-lo todos os dias.
Algumas coisas podem dar-se por adquiridas.
Por exemplo, não são pessoas que estejam paradas no tempo: a geração dos "sessenta/setenta", homens e mulheres, lida com o computador como se o tivesse feito toda a vida. Escrevem aos filhos que estão longe  e até se esquecem do velho telefone para contatar os amigos - mandam e-mails com as suas notícias, ideias e vivências.
De uma maneira geral estão satisfeitos com o seu estado civil e quando não estão, não se conformam e procuram mudá-lo. Raramente se desfazem em prantos sentimentais.
Ao contrário dos jovens, os sexalescentes conhecem e pesam todos os riscos.
Ninguém se põe a chorar quando perde: apenas reflete, toma nota, e parte para outra...
... Os homens não invejam a aparência das jovens estrelas do desporto, ou dos que ostentam um terno Armani, nem as mulheres sonham em ter as formas perfeitas de um modelo.Em vez disso, conhecem a importância de um olhar cúmplice, de uma frase inteligente ou de um sorriso iluminado pela experiência.

Hoje, as pessoas na idade  dos sessenta, como tem sido seu costume ao longo da sua vida, estão estreando uma idade que não tem nome. Antes seriam velhos e agora já não o são.Hoje estão de boa saúde, física e mental,recordam a juventude mas sem nostalgias parvas, porque a juventude ela própria também está cheia de nostalgias e de problemas.
Celebram o sol em cada manhã e sorriem para si próprios...

Talvez por alguma secreta razão que só sabem e saberão os que chegam aos 60/70 no século XXI!

3 de março de 2012

Maquiagem anti-idade

 Entre as celebridades, não ter plástica é como ter dentes amarelos, pois perguntam "Por que não os arrumou ainda?
 A maquiagem não tem o poder de camuflar as linhas de expressão por completo. Apostar na "massa corrida" pode causar o efeito inverso e deixar a aparência mais envelhecida.
A pele madura pede uma preparação anterior à maquiagem com produtos que dão hidratação e firmeza.
Como fazer uma boa maquiagem :
1) Use  creme que dê firmeza e volume à pele na região dos olhos
2) Em seguida, vem o hidratante e, depois, do primer.Essa tríade de cremes serve para devolver o brilho à pele, que com o passar do ano ser torna mais opaca devido à queda na renovação das células.
3)Finalmente vem a base, que deve ser fina (para não marcar as rugas) e não oleosa (por causa da menopausa as mulheres mais velhas tendem a transpirar mais, aumentando a oleosidade natural da pele). As bases minerais, que são leves e "seguram" a oleosidade da pele por mais tempo, fazendo com que o make dure mais
"Se a mulher tiver vasinhos ou uma aparência rosácea (comum na menopausa) ela pode cobrir as áreas vermelhas com um corretivo verde" O corretivo da cor da pele deve ser aplicado por cima do verde. Outra dica para esconder o vermelhão é passar um pó bronzeador sem brilho nas maçãs do rosto antes do blush.


OLHOS
Pele "feita", pode-se usar um corretivo um tom mais claro na região interna dos olhos. As mulheres mais velhas tendem a ter os cantos internos dos olhos mais escuros.
Assim como a base, o corretivo deve ser fininho e não oleoso. Ele deve ser aplicado em toda a pálpebra com um pincel ou com a ponta do dedo (o anular é sempre o mais indicado). Fique longe dos produtos em bastão, que podem "craquelar" por causa das linhas de expressão.
Os cílios e as sobrancelhas também ficam mais ralos com o passar dos anos. Para corrigir possíveis falhas na sobrancelha, passe uma sombra da cor do pelos naturais com a ajuda de um pincel chanfrado. Nos cílios, abuse de rímel e do curvex.
é interessante usar sempre cores fortes, como marrom ou magenta, nas pálpebras. "O tom com mais pigmento minimiza a aparência de flacidez", diz. Para eventos à noite, Tânia gosta de sombra marrom ou cinza esfumadas. E, no arco inferior da sobrancelha, ela indica o bege opaco, que levanta o olhar.
Passar lápis preto na linha d'água é indicado para quem tem olhos grandes. Os olhinhos pequenos pedem o bege ou o preto somente na raiz dos cílios. Nos dois casos, Tânia não faz o risco com o lápis até o canto externo dos olhos. Dessa maneira ela evita que possíveis dobrinhas na pele borrem o risco. "A mulher deve começar a passar o lápis a partir do canto interno até o meio do olho, depois 'puxa' o traço passando um pincel chanfrado por cima do risco até o fim".


CONTORNOS
A pele flácida deixa os contornos do rosto menos definidos. No jogo de claro/escuro,  passar o blush mais escuro e sem brilho nas laterais do rosto (entre o queixo e a orelha) faz com que ele aparente ser mais fino. O mesmo efeito pode ser conseguido com uma base mais escura.
"Com a idade, o lábio fica mais fino",  O truque para remoçar a boca é passar corretivo para apagar a linha natural dos lábios, cobrir com pó fino, desenhar os lábios com um lápis da mesma cor da boca, passar o pó novamente e, por fim, preencher com batom. Essa dica também faz com que o batom dure mais.



















texto extraido : do site uol  e as dicas são da maquiadora Tânia Trindade, do salão Red Door

Arquivo do blog

Seguidores

hq

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

seguidores

Total de visualizações de página

Gostou?

twitter